https://rockitsimple.blogspot.pt/search/label/Home%20Decor https://rockitsimple.blogspot.pt/search/label/V%C3%ADdeos O Surf, os ataques de ansiedade e pânico!https://rockitsimple.blogspot.pt/search/label/Fotografia https://rockitsimple.blogspot.pt/search/label/Love%20Food

terça-feira, 31 de maio de 2016

O Surf, os ataques de ansiedade e pânico!



Já escrevi imensas vezes sobre os meus ataques de pânico e ansiedade que me acompanham há quase dez anos. Umas fases melhores que outras, mas estão sempre lá!
Para quem sabe do que falo, sabe bem que não é nada fácil. Todos nos dizem que são coisas da nossa cabeça, que não vamos morrer de ataque cardíaco ou sufocados, mas quem passa por episódio de ansiedade ou pânico não têm essa noção tão clara do que se está passar.

No momento, tudo nos passa pela cabeça...o controlo perde-se, o racionalismo não existe, o mundo apaga-se durante aqueles minutos em que o ataque atinge o seu auge.
E o mais engraçado de isto tudo...é que ninguém está imune. Há dez anos atrás, depois de passar um momento stressante a nível profissional, acordei com um ataque de ansiedade. A partir daí a minha vida mudou.

Ao longo destes anos tenho tentando vários truques e mezinhas para combater a ansiedade. E são mesmo pequenas dicas que procurei, porque fujo e recuso-me a tomar medicação que nos deixa sonolentas e sem percepção da realidade. Se isto é de foro mental, então a mente tem mesmo que ser mais forte.

Desde meditação, técnicas de respiração, desporto, alimentação cuidada...tudo vale e tudo conta para alcançar a serenidade.
Hoje em dia os meus ataques de ansiedade estão muito controlados e passo meses sem ter nada. Uma das coisas que mais me tem ajudado é entrar dentro de água.

Há dois anos, quando conheci o P., surfista há mais de 20 anos, disse-lhe que queria experimentar fazer surf. Há qualquer coisa na energia do mar que nos acalma e que nos obriga a esvaziar a cabeça de todas as porcarias que vamos acumulando ao longo do dia.
E o Surf para mim tem-se revelado uma verdadeira batalha que espero ainda um dia vencer! Dei por mim a ser confrontada com medos irracionais, sem qualquer fundamentação, como por exemplo o medo de cair. É só água!!!!!

Passei por fases em que ia para o outside sem medos e sem qualquer preparação com uma prancha 6.4 sem ainda conseguir entrar na onda...eu queria era estar ali. E de repente, a ansiedade voltava e com ela os medos, e nestas fases até o inside é assustador e ficar nas espumas é mais seguro e confortável. São momentos de grande frustração e muitas lágrimas quando se saí de dentro de água.
Poderão pensar, então se ficas frustrada, continuas porquê?

Porque mal ou bem, a sensação de relaxamento é inexplicável, e não há melhor exercício para descontrair mente e corpo que o Surf. Seja ele apanhar altas ondas ou ficar pelas espumas.
E depois porque também não há melhor sentimento de conquista de que conseguir, passo a passo, ir derrubando medos.

No fim de semana passado entrei novamente, depois de 4 semanas parada devido à ansiedade que voltei a sentir e ao medo que nestas alturas se apodera. Fui sozinha, entrei, respirei fundo e aos poucos tudo voltou a ser mais natural. Acho que ás vezes o erro é queremos logo tudo de uma vez, acharmos que se não remarmos logo lá para fora, não valemos nada, mais vale desistir, etc...
Aprendi a levar o meu tempo, sem me ralar com quem está dentro de água ou poderá pensar e sei que aos poucos, sozinha e com coragem, eu chego lá.

O Surf é muito mais psicológico do que físico. A parte física está lá, treino todos os dias ao fim da tarde também como terapia de relaxamento, e esse treino faz muita diferença quando se está dentro de água. A parte psicológica é uma questão de atitude destemida e essa sim é a minha batalha. Mas sem pressa...tudo virá naturalmente.

Por isso, se por acaso estás a ler isto e sofres de ansiedade, aconselho-te mesmo: compra um fato, uma prancha de surf e aventura-te. Toma o teu tempo...e acima de tudo diverte-te todos os segundos. E nunca te esqueças: É só água!!!!