https://rockitsimple.blogspot.pt/search/label/Love%20Food

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

How do i know if he´s the one?


The answer is simple ... you do not know, nor will you ever know.
Yes it really is a disappointment, almost a fraud, there is no magic formula that tells us that person is: THE ONE.
Millions of videos on youtube, tutorials, advice, how to do this and that ... but for this question there is no right answer.
On Thursday I went to dinner with P. It was nice. Relaxed as always. We were angry almost the entire summer, unsettled at everything, we ended up over and over again.
But, the idea of ​​being permanent, I think it ends up scaring the two of us. And as much as people can tell: forget it. Move on. You deserve something else ... not worth it! As long as we do not decide, the World can fall on top of us that we continue to like that person.
It irritates me a lot when I'm sad, telling me not to stay ... since when can not we be sad? Since when going partying at the night, get drunk, heals everything?
Believe me ... it's worse and very stupid.
Who is strong, faces, cries, feels everything that has to feel, faces alone, remakes everything again and turns the table around.
THE ONE WILL NEVER EXIST. Never. I was talking to P. about this: there are millions of people in the world, how are you sure that person is right? You do not ... but at that point in your life, it's the person who makes sense to be by your side.
This is the question you must ask: does this person make sense to me at this point in my life? And if does ... there's nothing left to think about. It is letting go, and always being the best versions of ourselves. To be better for ourselves, just for us ... and let love happen like this, easy!


A resposta é simples...não sabes, nem nunca vais saber. Sim realmente é uma desilusão, quase uma fraude, não existir uma formula mágica que nos diga que aquela pessoa é: THE ONE.
Milhões de vídeos no youtube, tutoriais, conselhos, how to do this and that...mas para esta questão não existe nenhum resposta certa.
Na quinta-feira fui jantar com o P. Foi giro. Descontraído como sempre. Andámos mal este verão, desencontrados em tudo, acabámos vezes demais e sem conta.
Mas, a ideia de ser permanente, acho que acaba por assustar os dois. E por muito que nos digam: esquece. Segue em frente. Mereces outra coisa...não vale a pena! Enquanto não formos nós a decidir, pode cair o Mundo em cima que nós continuamos a gostar daquela pessoa.
Irrita-me muito quando estou triste, dizerem-me para não ficar...desde quando não podemos estar tristes? Desde quando ir para a noite e bebermos uns copos cura tudo?
Acreditem...é pior e muito estúpido.
Quem é forte, enfrenta, chora, sente tudo o quer tem para sentir, enfrenta sozinho, refaz tudo de novo e dá a volta por cima.
Nunca vai exisitr THE ONE. Nunca. Falava com o P. sobre isso: existem milhões de pessoas no Mundo, como é que tens a certeza que aquela pessoa é a certa? Não tens...mas naquele momento da tua vida, é a pessoa que faz sentido estar a teu lado.
Essa é a pergunta que deves fazer: neste momento da minha vida, esta pessoa faz sentido para mim? E se fizer...não há mais nada a pensar. É deixar ir, acontecer, e sermos sempre as melhores versões de nós próprios. Sermos melhores por nós, só por nós...e deixar o amor acontecer assim, tranquilo.



sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Don´t wait for motivation. That´s bullshit!



Há imenso tempo que não vinha cá. É hoje, é amanhã e tanto para dizer e por fazer.
Trabalho, casa, ginásio quando se pode e a preguiça vai-se instalando, os dias passam e os projetos ficam só na cabeça.
Todos os anos, digo: Este ano é que vai ser! Acho que todos fazemos...agora é que vai ser! E contamos a toda a gente com imenso entusiasmo e no final, fazemos figura de parvos porque sabemos que no dia seguinte, lá se instala a preguiça, o filme que está a dar prende-nos no sofá, o dia lá fora está do melhor, e blá blá blá
É preciso batermos lá no fundo, bater com os "cornos" ( não me lembro de uma expressão mais simpática) para percebermos que ou mexemos o rabo, sem pensar 1 segundo, sem qualquer hesitação...ou os anos passam e os sonhos não passarão disso mesmo.
Depois de uma semana muito tramada, em que o stress me atingiu à grande, insónias, dores de garganta, falta de energia, decidi por um ponto de final a todas as merdas que me impediram de fazer o que realmente quero e gosto, e mando lixar quem me vier dizer que não posso.
Por isso a primeira resolução foi muito simples: não te preocupes demasiado! Conta 1,2,3 e faz. Não esperes sentir vontade, motivação. Isso é tudo uma grande treta. FAZ e a motivação virá!



quinta-feira, 22 de setembro de 2016